Observatório de ideias da UEG Gestão da Informação em Educação e Formação

REDE CERRADO/PROJETO NACIONAL

Rede Cerrado de Formação Crítica de Professoras/es de Línguas

Projeto Nacional de LetramentosLinguagem, Cultura, Educação e Tecnologia

Projeto Nacional de Letramentos

Linguagem, Cultura, Educação e Tecnologia

O projeto iniciou-se informalmente em 2009 com a participação de nove universidades públicas. Foi cadastrado no Diretório de Grupos de Pesquisa (DGP) do CNPq em 2010, como “Projeto Nacional de Formação de Professores: Novos Letramentos, Multiletramentos e o Ensino de Língua Inglesa” (2009-2015), já com a participação de treze universidades públicas. Gradativamente, ampliou-se. Em seu segundo ciclo, está cadastrado como “Projeto Nacional de Letramentos: Linguagem, Cultura, Educação e Tecnologia” (2015-2019), contando atualmente com a participação de cerca de trinta universidades, de diversas regiões brasileiras. A adesão dos colegas ao projeto nacional ocorreu desde o início por “afinidade com o tema e os propósitos” daqueles que se propunham / propuseram: a desenvolver pesquisas e levantamentos, a ofertar seminários e cursos como educação continuada a professores de línguas da educação básica nas regiões de suas universidades, a fazer publicações sobre esses estudos, a compartilhar as experiências desse projeto por meio de livros e de eventos acadêmicos. O Projeto é liderado por Walkyria Monte Mor e Lynn Mario Menezes de Souza, da Universidade de São Paulo.

http://letramentos.fflch.usp.br/

 

 

Rede Cerrado de Formação Crítica de Professoras/es de Línguas

 

O grupo de pesquisa Rede de formação crítica de professoras/es de línguas do Centro-Oeste, criado em 2018, reúne pesquisadoras/es e estudantes com o objetivo de promover a interação e fortalecer as ações locais voltadas para a formação crítica de professoras/es de línguas no Centro-Oeste do país. As pesquisas do grupo são problematizadas em reuniões semestrais e divulgadas em eventos e publicações da área. O Grupo é liderado por Rosane Rocha Pessoa (UFG) e Kleber Aparecido da Silva (UNB).